Começar em nós mesmos
Silvia Pock

Muito se fala sobre melhorar as condições de vida no nosso planeta.
Algumas pessoas trabalham por isso, seja através dos movimentos ecológicos
ou de entidades assistenciais.

O que se torna cada vez mais necessário é a nossa conscientização de que,
mesmo quando não temos disponibilidade para estes movimentos organizados,
muito podemos fazer!

Inicialmente, para melhorarmos a Terra, devemos começar por nós mesmos e irmos ampliando nosso raio de ação, através do que fazemos e das pessoas que encontramos. Você é um habitante do nosso planeta e, como tal, é uma célula de seu organismo.

A lembrança de que “semelhante atrai semelhante”, associada ao fato de que o som e as palavras ( e, de forma mais sutil, também os pensamentos) são ondas magnéticas como as de rádio e TV induz à conclusão de que, ao falarmos e pensarmos de forma negativa, estamos reforçando a negatividade.
Já reparou como é desgastante quando você conversa com aquela pessoa que acha tudo ruim, vê tudo pelo lado mais negativo? E, muitas vezes, sem querer nos pegamos pensando dentro do mesmo sistema... como se passássemos a vibrar na mesma sintonia que ela! E cada vez que isso acontece, você - e o planeta inteiro - perderam em qualidade de vida. Evitar encontros com pessoas assim seria uma forma de fuga, além de ser inviável em muitos casos! Mas, se você se mantiver o tempo todo consciente e atento a este processo, certamente conseguirá evitar entrar na mesma sintonia negativa e, certamente, estará colaborando para ajudar esta pessoa a sair desta sintonia! É como os sufis dizem:
“Estar no mundo, sem ser do mundo”
.

Tudo o que você faz, fala e pensa interfere na vibração do planeta, da cidade e da sua vida. (Não é porque ninguém viu você jogar aquele papelzinho na rua, que ele vai deixar de colaborar para aumentar a sujeira e as inundações...)
Cada vez que fala a respeito de fatos negativos (crimes, desgraças, tristezas) você faz aquela vibração voltar a reverberar é uma forma de reforçar o negativo.
Você pode dizer: “mas estas coisas acontecem a toda hora!”, e é verdade. Mas já parou para pensar no ditado “o que vem primeiro, o ovo ou a galinha” ?
Experimente começar por falar mais sobre coisas positivas e menos sobre as negativas.
Talvez você consiga reconhecer o dito já citado no início (“semelhante atrai semelhante”) e possa ver sua vida muito mais positiva.

Fique atento ao momento presente e
exija deste momento o máximo de qualidade
.

Viva o agora o ontem já foi e o amanhã não virá nunca.
Não fique esperando as condições ideais para viver bem e ser feliz. Transforme a sua vida agora só depende de você !

Topo